Agenda da Província

Palavra da Provincial

Queridos (as) irmãos, amigos, benfeitores e colaboradores,

 

O Natal chegou e “também neste ano as suas luzes serão submersas, ofuscadas pelas consequências da pandemia. Somos convidados a questionar-nos e não perder a esperança. A festa do nascimento de Jesus não destoa da provação que estamos vivendo, porque é por excelência a festa da compaixão, a festa da ternura, a sua beleza é humilde e cheia de calor humano.

Segundo o Papa Francisco, "a beleza do Natal ressoa na partilha de pequenos gestos de amor concreto. Não é alienante, não é superficial, evasiva, pelo contrário, amplia o coração, o abre para a gratuidade”.

 

A gratuidade foi uma das atitudes marcantes deste ano que está findando e fez a diferença na vida de muitas pessoas, aliviando o sofrimento. Desejo que essa mesma gratuidade faça a diferença no novo que se inicia.

 

 

Que Deus, em sua infinita bondade, abençoe e preencha de paz o seu coração e de sua família.

 

Desejo um Feliz e Santo Natal, e um Ano Novo repleto de saúde, esperança e realizações

Irmã Maria da Glória

Priora Provincial


Leia Mais
Espaço Interativo

Notícias

  • A visita dos magos

    “Tendo Jesus nascido em Belém de Judá... eis que vieram os magos do oriente perguntando: ‘onde está o rei dos judeus, recém-nascido? vimos a sua estrela e viemos homenageá-lo’.

    Entre vários sentidos do termo em Mateus 2, 1-2 magos eram sábios possuidores do conhecimento da astrologia. Estes eram pagãos.

    Na idade média, a piedade popular acrescentou à história dos magos certos detalhes como o número três – como base nos presentes; a transformação desses astrólogos em reis, conforme o Salmo 72, 10 e Isaías 60, 6; os nomes Gaspar, Melquior e Baltasar.

    A estrela descrita como um evento miraculoso: um “astro” procedente de Jacó, conforme o livro de Números 24,17; o nascimento do Messias em Belém de Judá, baseia-se em Miquéias 5, 1-3. E, sem dúvida foi pelo efeito de uma revelação interior que os magos descobriram a relação entre o “astro” e o Messias.

    Os magos percorreram uma longa caminhada. A estrela que os guiava ora desaparecia, deixando-os na incerteza, ora tornava a brilhar enchendo-os de grande alegria. Mas eles prosseguiam procurando o Rei dos judeus recém-nascido.

    Por fim, encontraram o menino, num presépio, sua mãe Maria, humilde jovem e seu pai José, um pobre carpinteiro.

    Diante do presépio, os magos contemplaram maravilhados, não discutem, não questionam, ali está o Rei dos judeus! E prostrando-se o adoraram! Ofereceram-lhe seus místicos presentes: ouro, reconhecendo-lhe a realeza, incenso por aceitar que era verdadeiramente o Messias, Filho de Deus; mirra reconhecendo n’Ele a natureza humana.

    Herodes, alarmado com a notícia do nascimento de um novo rei dos judeus, manda matar os meninos da região; alguns estudiosos estimam que foram aproximadamente quarenta mortos.

    Hoje, o que nos amedronta é a pandemia do novo coronavírus, ora aparecem pequenas luzes, ora momentos de sombra. E entre uns e outros, mais de 600.000 irmãos já perderam a vida.

    Como cristãos o que podemos fazer para que nossa sociedade chegue à “casa do pão” da saúde e da fraternidade?

    Sigamos a estrela do amor, do cuidado, da solidariedade a nos guiar aos mais empobrecidos, mais necessitados, neles encontramos o Menino de Belém.

    Irmã Emilia dos Santos

    Leia Mais >>
  • “Deus tem um Plano de Salvação para toda a Humanidade”.

     

                Foi à Luz do Antigo Testamento que cristãos compreenderam o significado da Pessoa e da atividade de Jesus.

                Investigaram o saber dos grandes homens do passado que confirmou o que os profetas predisseram.

    Tudo aconteceu para cumprir o que o Senhor havia dito pelos profetas. Vejam: “Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um Filho” e chamará Emanuel...” (Isaias 7,14) e ainda você Belém, tão pequena entre as principais cidades de Judá! De você sairá para mim aquele que há de ser a gloria de Israel...” (Miquéias 5,1).

                No Advento tudo se renova e se volta para o Amor e a Esperança, que vive adormecida em nossos corações. Com auxílio do Espírito Santo, nos colocamos em atitude de vigilância na busca sincera por Deus, por meio da escuta da Palavra de Deus e dos Sacramentos. Que o Anuncio ressoe em cada coração. O 2021 foi mais um ano marcado pela Pandemia, o pequeno vírus ceifou milhares de vidas, deixando um imenso vazio em nossas famílias. Que a preparação para o Natal seja um tempo de graça e renovação da fé. 

    Irmã Maria de Fátima da Silveira

    Leia Mais >>
  • No início da minha vida consagrada, em 1967, ter uma Bíblia em minhas mãos como minha, lê-la, meditá-la, não foi tão fácil, nem normal por causa da própria realidade que a Igreja estava vivendo. O seguimento de Cristo, a formação para a vida consagrada, o estudo da Bíblia, o Catecismo e as exigências da missão, enfim seguir a Jesus exigia a leitura da Palavra. Minha formadora dava textos bíblicos que eu tinha que conhecer e explicar, e também tirar uma mensagem para a vida. Com a formação que recebi, descobri o gosto pela leitura da Palavra de Deus. Todo o processo formativo exigia saber meditar sobre a Palavra tirar uma mensagem de esperança para si e para os grupos que eu animava no Ministério Pastoral. Lendo a Palavra de Deus meu coração se mantem sereno e reforça meu espírito de entrega generosa na vida e cada dia. A Palavra de Deus é luz que me sustenta no seguimento de Cristo, orienta minha vida, me ajuda a conhecer sempre mais a Deus e reforça a convicção de que Deus é tudo para mim e é tudo na minha vida. Agora com meus 72 anos de vida e 51 anos de consagração vivencio como a tecnologia facilita nosso contato com a Palavra de Deus. Podemos escutar a Palavra de Deus, ler e meditar usando vários meios tecnológicos. Vejo imagens, leio mensagens e tenho a oportunidade de aprofundar a Palavra de Deus através das várias reflexões que encontro por meio da internet. Agradeço a Deus pela oportunidade de vivenciar esse contato com a Palavra de Deus de modo mais próximo e peço à ele que dê a cada um de nós sabedoria para sempre meditar sua Palavra e compreender a mensagem que Ele quer nos transmitir.

    Irmã Marina Alves de Oliveira,op

    Missionária na Bolívia

    Leia Mais >>
Veja Mais
Newsletters

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Ao ACEITAR, você concorda com este monitoramento. Para remover os cookies, clique aqui.
Conheça nossa Política de Privacidade.

Política de Privacidade
Copyright © 2014 VIVERE
TRANSPARÊNCIA